Pelo sentido do tocar, Priscilla Ogg

Um toque de corpo, de pele ou de alma… Se não tocar, não faz sentido. Cantar por cantar em um universo onde existe tanta gente fazendo qualquer tipo de “arte rasa” não faz sentido quando se tem um propósito maior e mais profundo que isso.

Escolhi cada canção à dedo para emocionar as pessoas que estiverem me assistindo, autorais ou não. Não é um show dançante, como o próprio nome diz, ele foi feito para tocar. O show O show tem duração de 90 minutos e mescla músicas autorais e releituras. Todas as músicas que estarão no CD serão oficialmente lançadas ao público na íntegra em primeira mão. Além dessas faixas, faixas bônus (composições que não estarão no CD) e releituras de artistas referência para Priscila Ogg em suas composições, assim como inspiração também na interpretação da artista serão inclusas. Em suas releituras, os estilos predominantes são o reggae, o pop internacional, o pop rock , a MPB e claro, a Nova MPB.

A cantora revelação da nova MPB, Priscila Ogg, moradora de Balneário Camboriú, vai estrear seu primeiro vídeo clipe no dia 21 de junho. A data foi escolhida especialmente por marcar o início do inverno, que, segundo a cantora, combina com as cores frias apresentadas no clipe. A canção autoral “Deus me Livre” faz parte do seu futuro EP, intitulado “Pelo sentido do tocar”. O vídeo gravado em São Paulo foi feito em parceria com a München Art Lab e a cantora vai disponibilizar um teaser em sua página do Facebook na próxima semana.

O local O Teatro Bruno Nitz foi escolhido para contemplar este evento por sua ambiência, localização e capacidade do público proporcional à necessidade.

Repertório de Músicas Autorais: Apenas queria Bossa. De braços abertos. Falópios desnatados. Gratidão. História sem fim. Horizonte alaranjado. Não passou Passa Jah. Pra que? Ringo, O gato. Deus me Livre
O evento prioriza um local aconchegante para que possa realizar um show intimista e intenso devido à proximidade com o público. Ingressos R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia entrada) Vendas no local e/ou com a produção do evento.

SOBRE PRISCILA OGG

Priscila Ogg, 24 anos é formada em Comunicação social com habilitação em Relações Públicas 2015/II pela Universidade do Vale do Itajaí. Reside em Balneário Camboriú há 15 anos e despertou sua paixão pela arte muito cedo, aos três anos de idade quando já cantava em apresentações escolares. Iniciou sua trajetória no teatro aos 9 anos de idade pelo “Projeto Artenomia” na Escola Municipal Governador Ivo Silveira onde frequentou as aulas até os 14 anos, passando então a fazer aula de teatro, canto e flauta doce na Fundação Cultural de Balneário Camboriú. Sendo aluna de Jean Gonçalves e Vitor Antônio no teatro e Maestro Airton na parte musical, onde participou da abertura de um dos Festivais da canção da cidade. Dando continuidade aos estudos musicais, Priscila ingressou na escola de Música Musiclin cursando técnica vocal e percussão desde 2013 até o presente momento, tendo gravado duas edições do “Musiclin in concert” que resultou na produção de DVDs do concerto gravado ao vivo no Teatro Municipal Bruno Nitz e 3 audições internas na própria Escola.

Produziu e apresentou o programa “Pirão Catarina”, veiculado pela Univali FM todos os domingos dando abertura para músicos catarinenses mostrarem seu trabalho autoral dando visibilidade à cultura de Santa Catarina. Atuando também como produtora, Relações Públicas, locutora, atriz e apresentadora, desenvolveu programas de rádio e TV (Univali FM, 102 FM e TV Univali), Spots comerciais, Vídeos Institucionais e Teatro Empresa (Performance Entretenimento). Foi colunista no jornal Diário DC na área de Cinema, música, novela e teatro no ano de 2013.

Participou do concurso organizado pela Associação de músicos de BC onde recebeu o título de “Primeira Princesa da Música”. Convidada através da Rede Social “Twitter” pela cantora “Luiza Possi” para abrir seu show no “Tom Jazz” em São Paulo, posteriormente fazendo abertura também de seu show no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis.
Priscila foi eleita deputada jovem de Santa Catarina em 2009 concorrendo com jovens de todo o Brasil onde defendeu seu projeto ambiental que diz respeito a responsabilidade das empresas com o destino final das embalagens de acordo com seu tempo de decomposição no meio ambiente. Apresentando a proposta para o então presidente do Brasil Luis Inácio Lula da Silva e para Michel Temer que então o aprovaram. Retornando para o Estado foi contemplada pela câmara de vereadores de Camboriú com uma moção de honra ao mérito.

Suas atividades nas Redes Sociais deram-se início em 2007 com perfis em redes como twitter, myspace, Orkut, You Tube, Wix, Google +, Linkedin e em 2015 atingiu a marca de 4.7K em sua Fan Page no Facebook.
Perdida num mundo que não era o dela, Priscila cruzou o caminho de dois seres intercambistas deste Planeta: Livia Tigre e Huanita Hadke e como um imã, uniram-se e numa integração de poesia, força cósmica, ritmo e melodia e assim, sem fronteiras e sem amarras surgiram as Trombetas de Falópio debatendo artisticamente temáticas diversificadas “desrotuladas” em gêneros musicais, transitando entre música, literatura e teatro. Junto com as Trombetas, marcou presença no evento Playing for change (ponto Sublime bar), Mc dia feliz, Câncer com alegria e aniversário do SESC em Balneário Camboriú 2015 e várias apresentações regionais.

Em 2016 Priscila despertou a composição para sua carreira solo e surgiu o álbum independente ” Pelo sentido do tocar ” com 12 canções. Este que está sendo feito com recursos financeiros próprios e sua primeira fase será o EP com 4 faixas. Também rodou a região do vale do Itajaí fazendo shows em carreira solo.
No início de 2017 lançou a primeira faixa 3D chamada “Deus me livre”, lançada oficialmente no programa “Fala Cabeça” da Transamérica FM 99.7 de Balneário Camboriú e também no Programa “Double Shot” da Univali 94.9 FM de Itajaí.

A faixa também se encontra disponível no seu Soundcloud. Neste primeiro semestre de 2017 além dos shows na região do vale do Itajaí, também iniciou sua turnê de shows em São Paulo capital (05/03), Curitiba e no Oeste de Santa Catarina.

Além disso, Priscila Ogg atualmente também é apresentadora do Programa Musiclin na Telinha que é um programa apresentado na Escola de Música Musiclin quinzenal onde entrevista alunos, professores e explana as novidades da Escola.