Paulo Maia realiza exposição em Balneário Camboriú

Mostra “Inconsciente Ecológico: Estado e Imagem” estreia dia 03 de maio, na Praia do Estaleiro

Na próxima quinta-feira (03) acontece a abertura da exposição “Inconsciente Ecológico: Estado e Imagem”, de autoria do artista catarinense Paulo Maia, na Pousada Estaleiro Village, na Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú.

Recém chegado de São Paulo, onde participou de outra exposição no renomado Clube Pinheiros, Paulo espera apresentar ao público um olhar diferente sobre a arte, retratada através da técnica pastel seco sobre papel e na qual explora o uso das cores como diferencial e atrativo das obras.

“A proposta desta mostra individual é uma retomada panorâmica de sete anos de produção artística (2011-2018). Nela, o sentindo de um resgate de uma consciência ecológica precede uma dimensão inconsciente de nossa existência e a possibilidade de coexistir com outras espécies”, explica o artista. Para Paulo seria uma experiência muito angustiante, muito mais da que nos aflige no nosso dia a dia, a percepção de que estamos, ou ficamos sozinhos nesse mundo, sem perspectivas de outras trocas, sem ética e sem estética.

Conheça o artista

Paulo Maia é catarinense, de Itajaí, onde iniciou suas atividades artísticas ainda no início dos anos 80. Depois mudou-se para São Paulo, onde iniciou a formação em Psicologia pela PUC-SP, concluída em 1990. Depois fez especialização em Psicologia da Comunicação (1993) e mestrado em Ergonomia/Engenharia de Produção (1999) ambos na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis.

Dentre os eventos que participou, destaque para sua primeira individual (1990) no espaço Fulanos e Florianos e, em 1991, expõe individualmente no Armazém Vieira, ambas em Florianópolis.

Em 2011, iniciou um projeto artístico denominado “Inconsciente Ecológico”, dele, sucedeu uma nova individual, junto à Câmara dos Vereadores de Balneário Camboriú com o título “Inconsciente Ecológico: estado e imagem”, a primeira de uma série de três e a que estará em exposição na próxima mostra em Balneário Camboriú.

Em 2015 esteve na Espanha, Itália e Grécia onde deu prosseguimento a um segundo momento do seu trabalho, neste mesmo projeto. Nessa segunda, propõe uma retomada de um sentido da existência humana, transitória, efêmera a partir de uma dimensão ecológica profunda expressa numa estética de imagens florais suspensas, voláteis e um tanto eróticas, típicas da condição humana. Mais recentemente, em 2016, abriu uma exposição individual (a segunda desse mesmo projeto) com o título “Inconsciente Ecológico: The Paradise is Here” na Galeria de Artes Ernesto Meyer Filho, Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em Florianópolis. Já em 2017, inicia sua terceira produção “Inconsciente Ecológico: Animais míticos do mundo Límbico”.

Paulo Maia pontua que seu trabalho busca evocar uma dimensão paradisíaca já, mesmo que preexistente (inconsciente) mas necessária a nosso autopreservação.

De algumas viagens que fez para fora do país (Espanha, EUA, França, Inglaterra, Holanda, Bélgica, Itália, Grécia, Chile e Argentina), sua ida ao Havaí, em 2013 o fez reconectar-se com uma sabedoria ecológica preexistente na relação homem – meio ambiente, ou melhor dizendo, na relação meio ambiente, pois não há nada que sobreviva fora desse contexto, afirma o artista.

As obras e o trabalho do artista podem ser acompanhados pelo www.paulomaiabrazilianart.com

Abertura da exposição da Mostra “Inconsciente Ecológico: Estado e Imagem”

03 de maio

Horário: A partir das 20h

Pousada Estaleiro Village (AV. Rodesindo Pavan, 3996, Praia do Estaleiro, BC)

Fotos: Lucas Baumgart