Segunda edição do livro sobre pai e filho que pedalaram até Ushuaia foi lançado em Itajaí

No livro, eles contam a aventura desde Itajaí, descrevem as cidades por onde passaram, a geografia dos lugares, a cultura e as pessoas, além da relação entre pai e filho. O lançamento da segunda edição foi no dia 9 de agosto na Livraria Catarinense do Shopping Itajaí

A aventura de Marlon e Pietro Acosta está registrada no livro de 250 páginas que conta a história de pai e filho que saíram de bicicleta de Itajaí e foram até Ushuaia na Argentina, o ponto mais ao extremo sul do planeta. Pai e filho se tornaram conhecidos antes e depois da viagem com grande destaque na imprensa do Brasil e da Argentina. Em agosto de 2017 eles lançaram o livro que reúne fatos interessantes, além de descreverem as paisagens, a cultura, a história e a geografia por onde passaram.

Os 500 exemplares se esgotaram com facilidade. Agora, a segunda edição do livro está à venda no Mercado livre e nas Livrarias Curitiba e Catarinense. Foram dois meses enfrentando a estrada, o calor, o frio e o vento. Os dois saíram de Itajaí de bicicleta em fevereiro de 2016 e chegaram a Ushuaia, na região da Terra do Fogo, em abril do mesmo ano. Pietro de 21 anos e Marlon de 49, começaram a planejar a viagem 6 meses antes, quando o jovem convidou o pai para a aventura. Os dois deixaram o emprego no Brasil para desafiar as estradas até o fim do mundo. Chegaram a rifar um carro para financiar o desafio e conseguiram finalmente chegar ao destino. O trajeto não foi fácil. Saíram do bairro Fazenda em Itajaí na madrugada quente do dia 22 de fevereiro, pegaram a BR 101 em direção ao Sul. Depois de paradas no litoral catarinense, encontrando outros aventureiros pela estrada, fizeram uma rápida parada em Porto Alegre.

  

Pelo caminho, dificuldades, muita perseverança, bicicletas quebradas e o apoio e o carinho dos “ Hermanos” uruguaios, argentinos e chilenos. Os dois saíram do Brasil pelo Chuí, entraram no Uruguai e depois Argentina, ganhando a região da Patagônia até chegar à Terra do Fogo no Chile e na “Ruta Del Fin del Mundo “, terminando um roteiro e um desafio que que envolveu acima de tudo a afinidade entre pai e filho.

 

INCENTIVO A PEDALAR E DAR ADEUS AO SEDENTARISMO

Uma das principais propostas da aventura entre pai e filho foi incentivar o uso da bicicleta como transporte do dia a dia. Quando se mudou do Rio Grande do Sul para Itajaí, Marlon resolveu mudar também de vida. Vendeu o carro e passou a ter a bicicleta como único veículo para ir ao trabalho ou passear. Fumante há 35 anos, parou de fumar faz dois anos e adquiriu hábitos saudáveis que o fizeram perder peso e conquistar a boa forma. “Pensei, ou eu mudo agora ou eu vou ser um sedentário, com pouco tempo de vida, fumando horrores. O Pietro também era fumante. Eu não poderia dizer para ele parar. Eu era o exemplo. Então, resolvi parar de fumar primeiro e um amigo me reapresentou a bicicleta. Isso foi um veículo que na minha infância aumentou as dimensões da minha liberdade”.

Conheça a viagem através do site: www.pedalarepossivel.wixsite.com/bike