Projeto de Arquitetura e Urbanismo requalifica espaços públicos e comunitários

Iniciativa contemplou diversas melhorias no CAPS II, de Balneário Camboriú (SC)

 A disposição dos móveis e objetos, as cores, a ventilação, os sons e cheiros que compõem um ambiente, tudo interfere na relação das pessoas com os lugares. O projeto de extensão “Arquitetura e Cidades Saudáveis”, da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), envolve acadêmicos, docentes e usuários em atividades para melhorar as condições espaciais de áreas públicas e equipamentos comunitários.

A proposta, vinculada ao curso de Arquitetura e Urbanismo, iniciou em agosto de 2018, a partir de uma demanda apresentada pela Secretaria Municipal de Saúde de Balneário Camboriú, com a requalificação e reforma do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II). O projeto é coordenado pelas professoras Ana Paula Magalhães Jeffe e Márcia do Valle Pereira Loch, conta com quatro estudantes e deve ser replicado em outros espaços.

No CAPS II foram realizados diversos encontros entre colaboradores, professores, docentes e atividades com ampla participação também dos usuários, entre elas a pintura do muro externo, das portas e paredes internas, a confecção do forro térmico, da parede de isolamento acústico, de uma horta vertical, composteira e do paisagismo da unidade. Os estudantes fizeram ainda um levantamento para projetar o mobiliário necessário e a partir desta análise projetaram e confeccionaram móveis de pallet, de garrafa PET e trabalharam na sinalização dos cômodos.

“Desenvolvemos uma série de atividades, com base em metodologias e levantamentos focados na realidade do CAPS II. Tudo com envolvimento da equipe que lá atua e dos usuários, respeitando a identidade do espaço e para que todos se sintam acolhidos e bem naquele ambiente”, explica a professora Ana Paula.