Prêmio AF de Arte Contemporânea 2020 abre inscrições para artistas de Santa Catarina

Inscrições podem ser feitas no site da Aliança Francesa Florianópolis entre 7 de outubro e 8 de novembro. Além de exposição e bolsas de estudos para os finalistas, vencedor fará uma residência artística de três meses em Paris

Romeu Silveira – Vencedor premio AF 2019

O Prêmio AF de Arte Contemporânea 2020, atualmente um dos mais relevantes do calendário de artes de Santa Catarina, está com inscrições abertas entre os dias 7 de outubro e 8 de novembro. Na sétima edição, a premiação irá reconhecer a trajetória de artistas do Estado com produção contemporânea. Os três finalistas ganharão bolsas de estudos de francês e exibirão seus trabalhos em exposição coletiva na Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis, agendada para dezembro e janeiro. Como já é tradição, o vencedor fará uma residência artística durante três meses na prestigiada Cité Internationale des Arts, em Paris.

Anna de Moraes – Finalista AF 2019

Podem se inscrever artistas de todas as idades e que morem em Santa Catarina pelo formulário on-line disponível no site da Aliança Francesa de Florianópolis: http://www.affloripa.com.br/premioaf/.

Assim como na edição passada, o Prêmio AF 2020 irá reconhecer a trajetória de artistas, e não apenas uma obra específica. Por isso a avaliação das propostas será a partir do portfólio apresentado, que pode variar de 10 a 30 obras produzidas em qualquer técnica, de desenho a impressão, instalação a performance etc. Além da seleção de obras, os candidatos deverão submeter biografia e nota sobre o processo criativo. O regulamento completo está no site.

Cyntia Werner – finalista AF 2019

Janela para a arte contemporânea catarinense

Organizado pela Aliança Francesa Florianópolis, o Prêmio AF tem o propósito de promover artistas talentosos que ainda não despontaram no panorama nacional ou internacional contemporâneo. Ao longo de seis edições, colaborou para movimentar a cena das artes visuais de SC e do Sul do país, apresentou ao circuito artistas jovens e projetou nomes já conhecidos na cena local.

— O papel de um centro cultural como a Aliança francesa é oferecer oportunidades e visibilidade aos artistas. A AF permite fazer a ponte entre a cultura e o público — afirma Marilyn Pellicant, nova diretora geral da AF Florianópolis.

Obra de Cyntia Werner

Depois de atuar como diretora de secundaria do liceu Francês na Costa Rica, Marilyn veio a Florianópolis para assumir a gestão da instituição na Capital, cuja missão é difundir a língua francesa e oportunizar trocas de saberes e cultura entre Brasil e França.

— Desenvolver projetos culturais neste período tão particular é uma prioridade. A cultura sempre foi um meio para tornar o mundo um lugar mais doce.

Em 2020, a premiação repete a parceria com a Fundação Cultural Badesc, instituição cultural importante no Estado que é referência em fomentar e expor a arte catarinense.  A Fundação irá sediar a exposição coletiva dos três finalistas a partir de dezembro.

— O processo de seleção será totalmente à distância. As perguntas que nós nos fazemos são: artistas vão aproveitar esse contexto para propor obras em novas  mídias? A pandemia será um dos temas? Ou, ao contrário, vão querer voltar ao essencial ? Promete ser um ano excelente — avalia Marilyn.

Obra de Anna Moraes

Residência Artística em Paris

A seleção dos três finalistas será feita por comitê artístico e o resultado será anunciado em novembro (confirmar). Além da participação na mostra, os três finalistas ganharão três semestres de francês na Aliança Francesa Florianópolis. O grande vencedor irá participar de uma residência artística na Cité Internationale des Arts, em Paris, por até três meses, com passagens e estadia pagas, além de ajuda de custo. Inaugurada em 1965, a Cité é uma instituição reconhecida mundialmente por ser uma residência-ateliê para artistas de todas as especialidades e nacionalidades.

Obra de Romeu Silveira

O Prêmio Aliança Francesa de Arte Contemporânea 2020 é viabilizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio da ENGIE. Apoio do Consulado da França em São Paulo, do Institut Français, do Institut Français do Brasil e da Fundação Cultural Badesc. A coordenação é Marte Inovação Cultural. Realização da Aliança Francesa de Florianópolis, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 Fotos – Finalistas da edição 2020. Crédito: Eduardo Duks
Vencedor: Romeu Silveira
Finalistas: Anna de Moraes e Cyntia Werner