Por que Papai Noel não pode ser negro?

Ressaltando a importância de sermos antirracistas em um mundo onde os negros ainda sofrem tanto preconceito e violência, a jornalista e fotógrafa Marina Dias de Itajaí, Santa Catarina, lançou no mês da consciência negra, um ensaio fotográfico de Natal com Papai Noel negro. “Precisamos ensinar para nossas crianças sobre diversidade e representatividade. E isso se faz na prática e não só da boca para fora”. Afirmou Marina.

Um projeto inédito que visa refletir e desconstruir essa ideia apresentada desde cedo nas escolas para as crianças, que o mundo é dos brancos e que as culturas europeias são superiores. Crescemos impulsionados a não pensar sobre o lugar social da branquitude, que desde sempre é vista como normal. Precisamos quebrar essa lógica colonizadora branca e reconhecer as diferenças grotescas de privilégios. Representatividade importa muito. A figura do Papai Noel é retrato do racismo estrutural.

“Eu posso não ter o relato de experiência prática com o racismo estrutural, mas dentro do meu lugar de fala, tenho o dever importante na luta antirracista de disseminar informação. Enquanto mulher branca, privilegiada e que possuo um emprego com relevância social, quis utilizar isso para contribuir com a diversidade, e por meio dessa atitude auxiliar crianças e adultos negros a sentirem-se representados, visto que a maioria dos adultos negros nunca viram um papai Noel negro e irão se realizar por meio de seus filhos. Quero com esse trabalho auxiliar as crianças brancas a perceberem a diversidade e a crescerem percebendo que não há um só padrão. O racismo não é meu lugar de fala somente pela prática, mas é meu lugar de fala e de luta empregar um homem negro, e auxiliar a quebrar o estigma de que homens negros são ruins, bravos, violentos e etc…” Disse a fotógrafa.

Por conta da Pandemia os ensaios são realizados em um parque aberto na Praia dos Amores, tomando todas as medidas preventivas contra o Coronavírus. Equipe utiliza máscaras, Papai Noel sem luvas para passar álcool em gel durante as sessões e com máscara para interagir com as crianças, tirando apenas para as fotos. Ao término de cada sessão o cenário é higienizado com álcool em spray 70%.

O valor é super acessível para alcançar o maior número de famílias e levar o projeto há mais pessoas possíveis!

Mais informações na página do Instagram: @vernascer