Cinema Socioambiental: projeto da LIC leva conscientização ambiental para as escolas de Balneário

Lançado na Semana do Meio Ambiente, o projeto Cinema Socioambiental, aprovado pela LIC 2019, precisou ser adaptado para a modalidade híbrida, mas está agora em plena execução. Por meio da aplicação de oficinas de aprendizagens de alfabetização de audiovisual, visa despertar o interesse dos alunos do ensino fundamental de Balneário Camboriú sobre a conscientização ambiental.
O ‘Cinema Socioambiental na Escola’ visa ser um instrumento de conscientização, reflexão e participação ativa, para que haja uma mudança comportamental, em prol do desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente.


De acordo com a proponente, a profissional da comunicação e empresária Ciça Müller, o projeto representa a possibilidade de reforçar as relações entre a arte, educação e sociedade por meio da formação cultural audiovisual e socioambiental a partir do ambiente escolar. “O audiovisual, por meio do cinema, televisão e as plataformas digitais ofertadas através da internet, tem papel importante na vida da sociedade. A maior alegria é ver as crianças produzindo filmes com conteúdo ambiental, a partir de um celular. É o registro do que um dia será a memória, de uma pessoa e de um organismo social”, explica.
O projeto foi inscrito na LIC na modalidade cursos, e em virtude da pandemia de Covid-19 precisou ser adaptado, tendo as oficinas sido gravadas em 10 videoaulas, conteúdo produzido pelo videomaker Guilherme Lima, para dar apoio à realização de dinâmicas de aprendizagem de educação socioambiental e de produção audiovisual.


Também serão produzidos 10 mini curtas-metragens de três a cinco minutos com os alunos do Centro Educacional de Atendimento no Contraturno, o Projeto Oficinas, que terão a oportunidade de conhecer sobre o processo de produção de vídeos em formato curta metragem.
Os ‘oficineiros’: profissionais com experiência na área ambiental apoiam o projeto
Os alunos participarão do curso do projeto Cinema Ambiental na Escola com o conteúdo dos curtas-metragens educacionais e oficinas sincronizadas (remotas em tempo real) que permitirão que eles pratiquem o aprendizado, produzindo desde o roteiro, produção e captação das imagens usando como instrumento de trabalho smartphones, e ainda poderão expressar a imaginação através da utilização de resíduos sólidos, líquidos, orgânicos e recicláveis, rejeitos e saneamento retirados do ambiente escolar e seu entorno na construção dos personagens de suas histórias.


Como ‘oficineiros’ para as oficinas sincronizadas foram convidados dois profissionais da área ambiental da região, Fábio Vaccaro de Carvalho, que é permacultor e Engenheiro Ambiental, pós-graduando em Gestão de Resíduos Sólidos e Líquidos e é atualmente o responsável pelo Espaço Rural Panaceia, de Camboriú, uma incubadora de projetos ecossociais com foco em produção orgânica de insumos, mudas e alimentos; e Vivian Cionek que é bióloga, especialista em Gestão Ambiental e Doutora em Ciências Ambientais, pesquisadora de Pós-Doutorado no Programa de Ciência e Tecnologia Ambiental da Univali, professora do Departamento de Educação Científica e Tecnológica da UDESC – Balneário Camboriú. Vivian desenvolve pesquisas voltadas à compreensão dos efeitos das ações antrópicas sobre as comunidades biológicas de ambientes aquáticos, distribuição de espécies e funcionamento ecossistêmico em riachos, e ainda é responsável por ações de ensino e extensão universitária voltadas à educação ambiental e conscientização para a preservação ambiental.


Além deles, para ensinar os alunos a produzirem filmes com o celular (na oficina de curtas-metragens), foi convidado Felipe Colvara, professor, fotógrafo e designer profissional, que é professor na Univali, Uniasselvi e SENAC, com experiência nas áreas de artes visuais, criação gráfica, fotografia, viagens e aventuras ao ar livre. Ele é o idealizador do projeto KOMBInacomFOTO – Kombi Itinerante de Fotografia e Educação Ambiental.
Para quem quiser conferir, as videoaulas já estão disponíveis no canal do YouTube do projeto Cinema Socioambiental (https://www.youtube.com/channel/UCNAxblSsE1x09gEmAg1n9gg).

Outros conteúdos do projeto estão disponíveis nas redes sociais: Instagram @projetocinesocioambiental e Facebook: https://www.facebook.com/projetocinesocioambiental/.